MMXVIII Serpente Renascida

A Serpente prossegue no seu movimento circular pelos campos mortos do Tempo. Somos menos mas tanto melhor que importa-nos mais a qualidade à quantidade.

Trazemos o costume; arte e informação de livre acesso a todos.

Ainda uma palavra de apreço àqueles que, ao longo de todas estas peles, se têm mantido e ajudado a disseminar o nosso veneno. Que assim seja novamente.

Fotografia Portugal, 1948 – © Stanley Kubrick